20.8.15

Sobre o que eu queria te dizer



Eu apenas queria que estas palavras chegassem até você como uma previsão de chuva num dia quente, cujo ar estivesse tão rarefeito a ponto de quase sufocar-nos. E que você fosse por elas encharcado dos pés à cabeça e coração. 

Eu apenas queria que cada letra encontrasse um caminho para dizer o quanto a vida passou a ter um significado especial desde aquele 06 de março de alguns anos idos. E como eu passei a gostar de domingos - antes tão monótonos e sem graça-.  

Eu apenas gostaria que soubesse que, embora tão previsível e acostumada a elaborar teorias a respeito de quase tudo, fiquei no vácuo ao te ver se aproximar da mesa onde me assentava sobre pseudo-convicções em relação ao amor e de tudo o mais.

Você sabe o quanto eu resisti, e como enganei a mim mesma tentando convencer-me de que o melhor era não me envolver, não me aproximar, quando na verdade, eu já estava totalmente rendida ao encanto de te amar.

Eu apenas queria que você soubesse quão agraciada sou por ter alguém com quem partilhar sonhos, atravessar muros e paredes, e segurar a mão enquanto caminho nessa incrível e louca jornada chamada vida.

Mil vezes te diria sim. Mil vezes correria ao seu encontro de braços, sorrisos e peito abertos. 

Eu só queria que você soubesse que só estou enchendo seus olhos com essas palavras, porque são delas que tenho sido preenchida. Para todo o sempre serão teus os  beijos, abraços e meus sins.



.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email