1.3.13

Do pedido que fiz ao céu.



.
Postagem do dia 30/03/09


Hoje pedi ao céu que não chovesse. Que não deixasse cair sobre nós as derradeiras águas de março findando mais um verão. Desta vez haveria de ser diferente. 

Então, com aquele jeitinho de quando se quer algo do fundo do coração, pedi que à noitinha, um tapete de estrelas fosse forrado no espaço infinito e que as cinquenta delas, as mais brilhantes do firmamento, desenhassem a letra mais linda do alfabeto: a letra do seu nome. 

Mais tarde, deitados na grama macia e perfumada, rodeados por cerejeiras, gardênias, lírios e margaridas, ficaremos a contemplar o universo sorrindo pra nós.
.
.
...Eu caminho vivo no meu sonho estrelado...

- Victor Hugo -

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email