29.11.12

Do encontro.



Postagem do dia 13/01/10

...até que um dia, o amor de repente acontece... porque seu coração estava exatamente onde deveria estar para ser encontrado!

.
.
Sim. Aconteceu, ou melhor, tem acontecido aos pouquinhos, um dia de cada vez, sem pressa, devagarzinho. 

É melhor que seja assim, sem aquela ânsia que consome, que devora, que enlouquece. Apesar de que, enlouquecer de amor vez em quando não seja, propriamente, um pecado capital, afinal, uma dose de loucura ajuda a expurgar toda morbidez deixada por um pseudo-amor num tempo passado. 

E desde então, os dias têm sido mais curtos, os banhos demorados, com o espelho fez as pazes, e até os raios de sol nas tardes quentes de verão nem incomodam tanto. 

Pois bem, a moça morena resolveu se dar uma chance. Acostumada a olhar pela janela, decidiu agora, abrir a porta e sair por aí de mãos dadas com a vida. 

E tem re-descoberto que vale a pena tentar novamente, vale a pena arriscar. E por ter acreditado tanto, começou a viver, enfim. 

Sai por aí repetindo para sim mesma versos de Guimarães Rosa: “felicidade se acha é em horinhas de descuido”

E por ser assim, tão descuidada é exatamente isso o que encontrou.
.
.

Feliz amor a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email